TRT-16 realiza ações para promover economia de energia no âmbito institucional

quinta-feira, 9 de Junho de 2022 - 11:09
Redator
Ana Karolina Brito
Revisor
Rosemary Araujo

As orientações também são importantes para o público externo.

O Tribunal Regional do Trabalho da 16a Região (Maranhão) intensifica ações para promover a economia de energia em todas as unidades da Justiça do Trabalho no Maranhão. As ações agora focam na redução do desperdício de energia elétrica e dos impactos ambientais causados pelos aparelhos de ar condicionado e pelos computadores.
Coordenadas pelo Setor de Gestão Socioambiental, as novas ações visam a sensibilizar o corpo funcional do Tribunal e das Varas do Trabalho em toda a jurisdição do Estado para o uso racional dos condicionadores de ar e dos monitores de computador, alertando sobre a necessidade de desligá-los sempre que magistradas, magistrados, servidoras, servidores, estagiárias, estagiários, terceirizadas e terceirizados precisarem se ausentar de um ambiente.
No caso do ar condicionado, a recomendação é mantê-lo em temperatura confortável e estável durante o uso cotidiano. Já sobre o computador, a orientação é desligar também a CPU quando for se ausentar por muito tempo, assim como os estabilizadores ou no-breaks nos horários em que não houver expediente, nos feriados e nos fins de semana.
A economia de energia faz parte do indicador 5 do Plano de Logística Sustentável (PLS) do TRT-MA, que estabelece como meta para o ano de 2022 uma redução de 21% no consumo de energia elétrica (kWh) por área total, em relação a 2019, quando foram consumidos 2.411.124kWh.
Economia de energia no computador
Deixar o computador ligado sem estar em uso desperdiça energia e prejudica o meio ambiente. O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) publicou orientações sobre a economia de energia elétrica que pode ser obtida com atitudes simples no uso de computadores. Essa publicação informa que, segundo a fabricante de computadores HP, se 100 mil usuários desligarem os computadores ao final de cada dia, a economia de energia poderá ser de mais de 2.680kWh, e a redução nas emissões de carbono no meio ambiente poderá atingir mais de 1.600kg por dia. Tais reduções significariam eliminar mais de 105 carros das ruas a cada mês.
A publicação do IFRN detalha: “No computador, o monitor é o componente que mais consome energia, chegando a representar 50% do total, segundo um estudo realizado pela Faculdade de Engenharia Elétrica e Computação da Universidade de Campinas (Unicamp). Quando um monitor estiver desligado, essa porcentagem representa apenas algo em torno de 10% do consumo do computador. ‘Quando o computador está ocioso, a CPU permanece ligada e o monitor, em estado de espera, alterando essas proporções. Esta configuração do monitor é a melhor maneira para se diminuir o gasto de energia. Pois o consumo é praticamente nulo. Já no caso da CPU, o consumo continua sendo de aproximadamente 70W’, diz o estudo.”
Para realizar o uso inteligente dos computadores, considerando o consumo dos monitores, uma alternativa importante e acessível é programar o monitor para desligar depois de certo tempo de inatividade (15 minutos é o recomendável). Para utilizar este recurso no sistema operacional Windows, clique em Menu Iniciar (canto inferior esquerdo) – Configurações (imagem de uma engrenagem) – Sistema (ícone de notebook) – Energia e Suspensão (no menu à esquerda) – Tela (escolher o tempo abaixo da inscrição “Quando conectado, desligar após”).
Ar condicionado e saúde
Além de reduzir o consumo de energia, a redução do uso excessivo do ar condicionado também é benéfica para a saúde. Segundo o site MelhorcomSaúde, o uso excessivo do aparelho, mesmo com manutenção periódica e regular, pode deixar o corpo mais vulnerável a infecções respiratórias, faringites e sintomas desconfortáveis que afetam o nariz e a garganta, já que, em um ambiente condicionado, o ar circula sem permitir a entrada de ar fresco. Dessa forma, o ar antigo é que continua circulando sem vazão desse ambiente, tornando-se “viciado”, e pode transmitir diversos vírus, tais como os do resfriado, da gripe ou mesmo da Covid-19, assim como outros microorganismos, como as bactérias.
O uso prolongado dos condicionadores de ar também pode causar desidratação, dores de cabeça e ressecamento nos olhos. É importante ressaltar que a falta de manutenção adequada dos aparelhos potencializa os males causados.
Campanha “Racionalizar faz bem”
Essas ações também fazem parte da campanha “Racionalizar faz bem”, que pretende conscientizar o corpo funcional do Tribunal sobre a importância de promover a sustentabilidade no âmbito organizacional. Coordenada pelo Setor de Gestão Socioambiental, a iniciativa pretende também promover a conscientização dos públicos interno e externo do TRT-MA sobre a importância da adoção de atitudes voltadas ao incremento da sustentabilidade e em prol da preservação do meio ambiente.
Durante todo o ano de 2022, o TRT-16 vem articulando ações de planejamento e gestão institucional para estimular a adoção de novos padrões e comportamentos que resultem no aperfeiçoamento contínuo da qualidade do gasto público e uso sustentável de recursos. As ações estão previstas no PLS, que é composto por diretrizes, objetivos e metas alinhadas com o Planejamento Estratégico do Tribunal 2021-2026 e que visam a uma gestão sustentável e economicamente eficaz.
Este ano, diversas iniciativas já foram realizadas pelo órgão, entre elas, ações voltadas para datas específicas como Dia da Terra, Dia da Água e Dia Mundial do Meio Ambiente; iniciativas de conscientização sustentável e redução do consumo, como “Adote uma caneca” e “Evite desperdício de papel”; e campanha de incentivo à Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos, por meio da distribuição de cestos de lixo personalizados para o recolhimento de papel, plástico, metal e materiais orgânicos, no prédio-sede do Tribunal e no Fórum Astolfo Serra (sede das varas trabalhistas de São Luís), e também por meio de campanha sobre o tema nos stories do Instagram, em alusão ao Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho). 
 

151 visualizações