Serviço de Informação ao Cidadão (SIC)

A RA nº 209/2013 instituiu o Serviço de Informação ao Cidadão (SIC) do Tribunal Regional do Trabalho da 16º Região, nos termos do artigo 9º da Lei 12.527, de 18 de novembro de 2011, a fim de assegurar o direito de acesso à informação.
O Serviço de Informação ao Cidadão - SIC é vinculado à Ouvidoria do Tribunal, de modo que as solicitações com base na Lei de Acesso à Informação são recebidas pelo referido setor, através dos canais de acesso disponíveis para o cidadão, quais sejam:

  • Pessoalmente na sala da Ouvidoria localizada no 4º andar do prédio-sede do TRT (Avenida Senador Vitorino Freire, Nº 2001, Areinha, São Luís - Maranhão, CEP 65030-015, Fone: (98) 2109 - 9300) no horário de funcionamento do Tribunal (segunda à sexta de 07h30min às 17h30min);
  • Carta (Avenida Senador Vitorino Freire, nº 2001, Areinha, São Luís - Maranhão, CEP 65030-015)
  • Telefones: (98) 2109 9494 / 08002822323
  • E-mail: ouvidoria@trt16.jus.br
  • Formulário eletrônico disponibilizado no site do TRT da 16º Região
  • Agendamento de horário com o Des. Ouvidor do Tribunal

Clique aqui para acessar o Formulário para Pedido de Informação

Clique aqui e conheça os documentos classificados de acordo com a 
Lei de Acesso à Informação - LAI (Lei nº 12.527/2011)

Clique aqui e conheça os canais de acesso da Ouvidoria e escolha o meio de resposta

No âmbito do Tribunal, os pedidos com base na Lei de Acesso à Informação são analisados nos termos da Resolução Administrativa nº 214/2017, a qual estabelece os procedimentos a serem adotados pela unidades para assegurar o cumprimento da Lei nº 12.527/2011. O acesso aos documentos e informações compreende, entre outros, o direito de obter: 

  1. orientação sobre os procedimentos para a consecução do acesso, bem como sobre o local onde poderá ser encontrado ou obtido o documento ou a informação almejada;
  2. informação contida em registros ou documentos produzidos ou acumulados pelo Tribunal, em tramitação ou arquivados;
  3. documento ou informação produzidos ou custodiados por pessoa física ou entidade privada, decorrente de qualquer vínculo com o Tribunal, mesmo que esse vínculo já tenha cessado;
  4. informação primária, íntegra, autêntica e atualizada;
  5. documento ou informação sobre atividades exercidas pelo Tribunal, inclusive os relativos à sua política, organização e serviços;
  6. documento ou informação pertinente à Administração do Tribunal, inclusive sobre o patrimônio público, utilização de recursos públicos, licitação e contratos administrativos;
  7. documento ou informação relativa:
    • a) à implementação, acompanhamento e resultados dos programas, projetos e ações do Tribunal, bem como às metas e aos indicadores propostos;
    • b) a processos de contas relativas a exercícios anteriores;
    • c) ao resultado de inspeções, fiscalizações e auditorias realizadas pela Unidade de Auditoria e Controle Interno.

Clique aqui para acessar a Resolução Administrativa nº 214/2017