TRT-MA institui Plano de Logística Sustentável 2023-2024

terça-feira, 14 de Março de 2023 - 14:59
Redator (a)
Ana Karolina Brito
Revisor (a)
Gisélia Castro

Com o objetivo de articular ações de planejamento que resultem no aperfeiçoamento do gasto público e no uso sustentável de recursos, o Tribunal Regional do Trabalho da 16a Região instituiu o Plano de Logística Sustentável (PLS) 2023-2024 pela Portaria do Gabinete da Presidência n° 92/2023. O Plano foi elaborado pelo Setor de Gestão Socioambiental. 
O documento pretende construir um novo modelo de cultura institucional visando inserir critérios de sustentabilidade às atividades do tribunal, transformando suas práticas em ações sustentáveis sob as óticas econômica, ambiental e social. Por meio do Plano, o TRT-MA deseja estabelecer o consumo consciente e eficiente de recursos, promover qualidade de vida no ambiente de trabalho e capacitar o corpo funcional sobre o tema da sustentabilidade socioambiental. 
O PLS apresenta 17 indicadores estratégicos, previamente aprovados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que estabelecem parâmetros de consumo para serviços e materiais e funcionam como uma ferramenta e planejamento, que permite a institucionalização de práticas de sustentabilidade. 

Desempenho metas do PLS 2022
O TRT-MA apresentou desempenho satisfatório no cumprimento das metas do Plano de Logística Sustentável 2021-2022. Durante reunião do Comitê de Patrimônio, Logística e Sustentabilidade, o servidor Daniel Guimarães, então chefe do Setor Socioambiental, destacou o bom desempenho do TRT-16 em estabelecer práticas de gestão sustentável, otimizando o uso de recursos naturais, minimizando desperdício e custos, reduzindo a geração de resíduos e melhorando o bem-estar de todo o corpo funcional. 
Segundo o Relatório de Desempenho de 2022, dos 20 indicadores do PLS, 11 foram alcançados em 100%, seis ficaram próximos da meta, dois abaixo e somente um não foi executado. Os indicadores de consumo de papel e copos descartáveis foram os que apresentaram desempenho mais expressivo. 
A meta era reduzir 8% do consumo de papel e 10% de copos descartáveis em relação ao registrado em 2019, o TRT-MA superou a meta reduzindo em 76% o consumo de papel e em 79% o consumo de copos. Segundo Daniel Guimarães, os resultados alcançados nesses dois indicadores foram possibilitados, sobretudo, pela Portaria do Gabinete da Presidência n° 402/2022 que limita a quantidade de papel e de copos descartáveis a serem consumidos. 
O relatório também registrou uma expressiva redução de 75% na quantidade de impressões em papel A4, superando a meta de 22%. Outro destaque foi o indicador 6 do PLS, que estabelecia como meta a redução de 11% no consumo de água em relação a 2019. O resultado obtido foi de 51%, com uma economia de R$ 192.657%. 

Comitê de Patrimônio, Logística e Sustentabilidade 
O Comitê é responsável por implementar e gerir as Políticas de Patrimônio, Logística e Sustentabilidade. Instituído pela Portaria GP n° 749/2022, os compromissos incluem propor diretrizes para o processo de aquisições de bens, traçar estratégias de terceirização e políticas de sustentabilidade, além de analisar propostas de obras e reformas organizacionais e monitorar o planejamento de iniciativas voltadas à sustentabilidade. 

128 visualizações