TRT-MA: CTIC atendeu mais de 15 mil solicitações de usuários na Central de Atendimento de TIC em 2020

quarta-feira, 3 de Março de 2021 - 9:16
Redator
Lucas Ribeiro
Revisor
Suely Cavalcante

A Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicações (CTIC) do Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (Maranhão) atendeu 15.616 solicitações de usuários registradas na Central de Atendimento de TIC no ano passado. Em média, foram atendidas 59 chamadas diariamente e 1.301 mensalmente. As informações constam no relatório de gestão da CTIC do ano de 2020.
A maior parte das solicitações feitas pelos usuários correspondem aos serviços de equipamentos, totalizando 37% das chamadas. As demais solicitações são referentes às questões judiciais, que envolvem demandas com PJe e processos físicos, com 26% das solicitações realizadas; login de rede e gabinete virtual, com 10%; e administrativo, com 7%. Foram registrados ainda 5% de solicitações sobre internet, spark, email e wi-fi; 5% a respeito de aplicativos utilitários; 4% sobre site, portais, intranet e SISPAE; 4% sobre certificado e malote digitais; e 3% correspondem a outros. 
O ano também foi de conquistas para a CTIC. De acordo com o IGovTIC-JUD do Poder Judiciário, o TRT-MA alcançou a pontuação 0,72, se consolidando no nível “aprimorador”. O índice do Conselho Nacional de Justiça avalia anualmente a capacidade de governança de TIC dos órgãos do judiciário. Nos últimos anos, o Tribunal vem registrando crescimento na pontuação decorrente da adoção de boas práticas de TIC, como a criação de políticas voltadas para a área. 
Orçamento, contratações e aquisições
Para o ano de 2020, foi disponibilizado à CTIC o orçamento de R$4.032.537,99, sendo o mesmo valor empenhado para aquisições de bens e serviços. Do total, foram gastos R$3.602.155,18 durante o exercício no ano passado. De acordo com o relatório, a maior parte foi destinada para a manutenção e a expansão da infraestrutura computacional de TIC, que suportam os serviços indispensáveis ao funcionamento do órgão.
Um dos exemplos é a atualização do parque computacional do Tribunal. No ano passado, foram adquiridos 116 novos computadores a fim de garantir o atendimento às novas demandas, principalmente às impostas pela Lei Geral de Proteção aos Dados Pessoais. Também em decorrência da Lei, houve a substituição do sistema operacional windows 7 em virtude do fim das atualizações de segurança. 
Outras aquisições e contratações importantes foram a ampliação da capacidade de armazenamento de dados para os serviços de tecnologia da informação e comunicações do TRT-MA; a manutenção do serviço de atendimento remoto e presencial aos usuários internos e externos, bem como a manutenção e suporte do DataCenter principal. Foi contratada ainda, no decorrer de 2020, uma empresa para o fornecimento de solução de central telefônica (PABX) para atender as necessidades de comunicação de voz de magistrados, servidores, terceirizados e estagiários de todo o regional. 
Do valor gasto, 56,3% foram destinados aos serviços de suporte e infraestrutura de TIC, 32,8% ao suporte de usuário de TIC, 10,2% aos serviços de telecomunicações e 0,7% aos de gestão de segurança da informação. 
Implementações e desenvolvimentos
Ao decorrer do ano, a CTIC realizou diversas ações e projetos de caráter nacional e local, com a implementação e desenvolvimento de softwares. Dentre os destaque está a continuidade da implementação do Sistema Integrado de Gestão de Pessoas da Justiça do Trabalho (SIGEP-JT), que agora possui os módulos Progecom e módulo de passivos. 
Outro destaque é o desenvolvimento do Sistema Integrado de Gestão de Saúde da Justiça do Trabalho (SIGS-JT), instituído nacionalmente como ferramenta informatizada de gestão de saúde a ser adotada por todos os Tribunais Regionais da Justiça do Trabalho. No TRT-MA, a equipe de desenvolvimento conta com a parceria do TRT-BA. 
Houve também o desenvolvimento do módulo PEC - Preparação de Expedientes e Comunicações para o PJe. A funcionalidade é desenvolvida pela equipe do TRT-MA a pedidos do Conselho Superior da Justiça do Trabalho. O módulo já se encontra concluído e integrado para utilização dos regionais na versão 2.5 do PJe. 
No âmbito local, destacam-se a implementação do Sistema Garimpo (que dispõe sobre um fluxo próprio para arquivamento definitivo dos processos, para evitar a existência de saldo em conta judicial nos referidos processos), a implementação da videoconferência nas audiências e sessões, a implementação do PJe Mídias, o DataJud, entre outras. 

41 visualizações