Pleno realiza sessão extraordinária de posse dos novos dirigentes

quarta-feira, 3 de Março de 2021 - 15:03
Redator
Edvânia Kátia

O Tribunal Pleno do Regional do Trabalho da 16ª Região realiza nesta quinta-feira (04), às 9h,a segunda sessão administrativa extraordinária do Tribunal Pleno de 2021. Na pauta está a apreciação da resolução administrativa relativa a posse dos novos dirigentes do TRT Maranhão, no mandato relativo ao restante do biênio 2020-2021. Em função da aposentadoria do desembargador Américo Bedê Freire, assumem os cargos o desembargador José Evandro de Souza, no cargo de presidente, e o desembargador Gerson de Oliveira Costa Filho, no cargo de vice-presidente e corregedor. A sessão, em caráter telepresencial, via plataforma Google Meet, será transmitida ao público em geral pelo canal do TRT-MA no YouTube

O biênio 2020/2021 foi iniciado em janeiro de 2020, com a posse dos desembargadores Américo Bedê Freire e José Evandro de Souza. Os novos dirigentes terão seus mandatos encerrados em 31 de dezembro deste ano.
O desembargador José Evandro de Souza foi eleito vice-presidente para o biênio 2020-2021. Assumiu o cargo em 19 de dezembro de 2019. Ele já foi presidente do TRT no biênio 2003-2005. Antes, assumiu a vice-presidência e corregedoria no biênio 1999-2001.

O desembargador Gerson de Oliveira Costa Filho assume pela segunda vez o cargo. Ele foi vice-presidente e corregedor do TRT no biênio 2005-2007. Entre 2007 e 2009, assumiu a presidência. 

A aposentadoria voluntária do desembargador Américo Bedê Freire foi aprovada na sessão extraordinária do Tribunal Pleno realizada em 12 de fevereiro de 2021, por meio da Resolução Administrativa nº 01/2021.  A publicação ocorreu no Diário Oficial da União em 02 de março de 2021, Seção 2, folha 1, com efeitos a partir de 03 de março de 2021. 

O desembargador Américo Bedê assumiu a atual gestão como presidente do Tribunal em 2020, mas também já o presidiu durante o biênio de 1999-2001, tendo sido vice-presidente em 2001-2003.  Ingressou na magistratura em maio de 1990, após concurso público para juiz do trabalho substituto da 16ª Região. No mesmo ano, ele exerceu a presidência da Junta de Conciliação e Julgamento de Imperatriz, atual 1ª Vara do Trabalho do município. Em junho de 1992, foi promovido a juiz presidente da JCJ de Pinheiro e, em novembro do mesmo ano, assumiu a presidência da 3ª JCJ de São Luís, tendo sido o primeiro presidente efetivo destas duas últimas JCJs, atuais VTs. Tomou posse como juiz togado do TRT em março de 1999. 

272 visualizações