Ministro Caputo Bastos deu início à correição ordinária no TRT-16

segunda-feira, 4 de Julho de 2022 - 11:02
Redator
Gisélia Castro
Ministro Caputo Bastos ao lado de desembargadores no inicio da correição no TRT-16.

Começou na manhã de hoje (4/7), no Gabinete da Presidência, a correição ordinária no Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (MA) em uma reunião do corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Guilherme Augusto Caputo Bastos, com o presidente TRT-16, desembargador Carvalho Neto, e o vice-presidente e corregedor, desembargador Gerson de Oliveira Costa Filho. 
Ainda pela manhã, o ministro recebeu cumprimentos do ouvidor do TRT-16, desembargador José Evandro de Souza. Também estiveram presentes os desembargadores Luiz Cosmo da Silva Júnior e James Magno Araújo Farias e o juiz auxiliar da Presidência Saulo Fontes. A reunião oficial do ministro Caputo Bastos com as desembargadoras e desembargadores do Tribunal vai acontecer também nesta segunda-feira, a partir das 15h.
Na terça-feira (5/7), às 9h30, o ministro corregedor visitará o Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Soluções de Disputa (Cejusc-JT), no Fórum Astolfo Serra, sede das Varas Trabalhistas de São Luís. Às 15 horas, a visita será à Escola Judicial, na companhia da desembargadora Márcia Andrea Farias da Silva, diretora da Escola Judicial (EJud16).
Na quarta-feira (6/7), das 9h30 às 12h, o ministro realizará audiência pública para receber reclamações e sugestões que tenham por finalidade o aprimoramento dos serviços prestados pela Justiça do Trabalho. Serão atendidos os interessados que enviaram e-mail à CGJT solicitando reunião. Pela tarde, às 15 horas, estará à disposição dos juízes de 1° Grau do TRT-16. 
Na manhã de quinta-feira (7/7), às 9h30, o ministro Caputo Bastos estará reunido com a equipe de correição.
Na sexta-feira (8/7), às 10h, será realizada a sessão de encerramento da correição e leitura da ata correicional. Em seguida, às 11h30, está prevista a coletiva de imprensa com os veículos de comunicação que solicitaram entrevista com o ministro. 

Correição Solidária
O TRT-16 fez adesão ao programa Corregedoria Solidária que visa arrecadar alimentos e recursos para doação à instituição Casa de Apoio Acolher, em São Luís. A ação integra o programa Corregedoria Solidária lançado pelo ministro Caputo Bastos e acontece nos Tribunais do Trabalho durante a correição ordinária.
No TRT-16, os alimentos e recursos para doação à Casa Acolher serão arrecadados até a próxima quinta-feira (7).

Como participar do Corregedoria Solidária
O TRT-16 disponibilizou três postos de arrecadação das doações de alimentos não perecíveis, sendo dois na sede do Tribunal e um no Fórum Astolfo Serra, sede das Varas Trabalhistas de São Luís, na Areinha.
A campanha do Corregedoria Solidária também recebe recursos para a compra de alimentos mediante transferência bancária. Os recursos podem ser transferidos para a Astra-XVI (Associação dos Servidores da Justiça do Trabalho), no banco Caixa, agência 1405, conta bancária 0018-2, operação 003. O comprovante de depósito/transferência pode ser enviado para o celular institucional da Secretaria de Administração do TRT-16 número 98 98407-4226. 

Doação via Pix
Também pode ser feita doação via Pix. Nesse caso, escolha a opção agência e conta e, em seguida, preencha os campos selecionados com os seguintes dados bancários: Caixa Econômica Federal, agência 1405, conta bancária 0018-2, conta corrente PJ, titularidade, finalizando com o valor a ser doado.

308 visualizações