Ejud-16 sedia XVI Encontro Nacional do Programa Trabalho Justiça e Cidadania

quinta-feira, 30 de Novembro de 2023 - 15:17
Redator (a)
Francisco Eduardo Carvalho Almeida
Revisor (a)
Luane Freitas
Magistros e magistradas representantes das Associações dos Magistrados da Justiça do Trabalho (AMATRAs) dos 24 regionais presentes no Encontro.
Desembargadora Márcia Andrea, diretora da Ejud 16, realiza abertura do XVI Encontro Nacional do Programa TJC.

A Escola Judicial da 16ª Região foi responsável por sediar o XVI Encontro Nacional do Programa Trabalho Justiça e Cidadania (TJC), realizado na manhã desta quinta-feira (30/11), em São Luís-MA. O encontro reuniu coordenadores e coordenadoras do programa TJC nos Tribunais Regionais do Trabalho de todo o país, que também representam as associações de magistrados trabalhistas dos 24 regionais. O evento é promovido pela Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) em parceria com a Associação dos Magistrados do Trabalho da 16ª Região (Amatra XVI), anfitriã do encontro, e contou com o apoio da Ejud16.
A mesa de honra foi composta pela desembargadora Márcia Andrea Farias da Silva,  conselheira da ENAMAT - Escola Nacional de Magistrados do Trabalho e atual diretora da Ejud16; o juiz auxiliar da Presidência, Saulo Tarcísio de Carvalho Fontes, representando o presidente do TRT-16, desembargador Carvalho Neto; a diretora de Cidadania e Direitos Humanos da Anamatra, juíza Patrícia Pereira de Sant’Anna; a presidente da Amatra XVI, juíza Maria do Socorro Almeida de Sousa; e a coordenadora da Comissão Nacional do TJC, juíza Rosemeire Fernandes.
O evento buscou realizar o compartilhamento de relatos, ideias e experiências vivenciadas em cada regional, através do exercício do programa TJC, além de oportunizar momentos de debates sobre o planejamento de medidas futuras que podem ser incluídas nas atividades.
A abertura do evento foi realizado pela desembargadora Márcia Andrea Farias da Silva, que na oportunidade agradeceu a presença de todos e expressou que sente “uma imensa alegria em receber em nossa sede o XVI Encontro do Programa Trabalho Justiça e Cidadania, que vai possibilitar o compartilhamento e multiplicação de práticas positivas, voltadas para a construção da cidadania, por meio da interlocução do Poder Judiciário na sociedade”.
A desembargadora também destacou a importante função social do projeto TRT na Escola, que em parceria com o TJC obteve exitoso crescimento e expansão, inclusive, para o interior do Maranhão, alcançando pela primeira vez escolas, alunas e alunos, professores e professoras da cidade de São Domingos do Azeitão, localizada a 478 km de São Luis, e um total de 1.482 crianças e adolescentes neste ano, e 26.282 desde sua implementação. Também aproveitou para agradecer à presidência do Tribunal pelo apoio, além dos magistrados e magistradas e servidores e servidoras que contribuíram com a realização do projeto.
Representando o presidente do TRT-16, o juíz auxiliar da Presidência, Saulo Tarcísio de Carvalho Fontes, ressaltou a relevância do encontro com todos os representantes das associações de magistrados trabalhistas do país, bem como a importância dos projetos que surgem com o desenvolvimento do programa TJC, e que contribuem com inúmeros benefícios para a sociedade.
Durante o seu discurso de abertura, a diretora de Cidadania e Direitos Humanos da Anamatra, juíza Patrícia Pereira de Sant’Anna, destacou a excelente postura e o papel dos magistrados e magistradas frente as atividades do programa, e disse também que “o TJC representa a valorização da magistratura do trabalho, tendo sua importância no ensinamento, questões de cidadania, direitos humanos e trabalhistas”.
A presidente da Amatra XVI, juíza Maria do Socorro Almeida de Sousa, enfatizou a sua felicidade sediar o encontro e oportunidade de debater em conjunto acerca das atividades desenvolvidas nos regionais: “Tomando contato com novas experiências, nós temos elementos para incrementar o nosso trabalho aqui. Nós trocamos experiências e adquirimos novos saberes advindos de todos os lugares do Brasil e que podem fomentar a nossa atuação dentro do programa”, disse.
A juíza Carolina Burlamaqi Carvalho, vice-presidente da Amatra XVI, foi a responsável por apresentar as atividades desenvolvidas pelo TRT-16 no programa TJC, figurado sobretudo no projeto TRT na Escola, relatando sobre o seu funcionamento, expondo registros e resultados quantitativos de alunos e professores participantes. Também falou sobre a construção do projeto Farol, que buscar atender jovens e adolescentes em situações de vulnerabilidade e risco social.
TRT na Escola
As atividades anuais do Programa TRT na Escola são encerradas com a realização da culminância geral. A culminância deste ano deve ocorrer amanhã (1º/12), com as apresentações das produções culturais desenvolvidas pelas escolas, homenagens e entrega de placas de participação aos colaboradores e participantes do programa.

97 visualizações