Divulgada agenda do ministro corregedor-geral da Justiça do Trabalho durante correição no TRT-16

segunda-feira, 30 de Maio de 2022 - 13:51
Redator
Ana Karolina Brito
Revisor
Suely Cavalcante

Entre os dias 4 e 6 julho deste ano, a Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho (CGJT) vai realizar Correição Ordinária no Tribunal Regional do Trabalho da 16a Região (MA). De acordo com o Gabinete da Presidência do TRT-16, a agenda do corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Guilherme Augusto Caputo Bastos, vai ser iniciada às 10h30 do dia 4, com uma reunião entre o ministro corregedor e os dirigentes do TRT-16, desembargadores Carvalho Neto e Gerson de Oliveira Costa Filho, presidente e vice-presidente e corregedor, respectivamente. A correição acontecerá em formato presencial, na sede TRT-16, em São Luís. 
Ainda pela manhã, às 11 horas, está prevista reunião com o presidente do TRT, desembargador Carvalho Neto, e os servidores chefes dos setores do Tribunal envolvidos na Correição Ordinária. Pela tarde, às 15 horas, a reunião vai ser com todos os desembargadores do Tribunal. A partir das 15h30, o corregedor-geral estará a disposição dos desembargadores.
No dia 5, às 9h30, o ministro corregedor visitará o Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Soluções de Disputa (Cejusc-JT); e às 15 horas, visita à Escola Judicial, na companhia da desembargadora Márcia Andrea Farias da Silva, diretora da EJud16. 
Na quarta-feira (6/7), das 9h30 às 12h, o ministro realizará ainda audiência pública para receber reclamações e sugestões que tenham por finalidade o aprimoramento dos serviços prestados pela Justiça do Trabalho. Serão atendidos os interessados que enviaram e-mail à CGJT solicitando reunião. Pela tarde, às 15 horas, estará à disposição dos juízes de 1° Grau do TRT-16. 
Na manhã de quinta-feira (7/7), às 9h30, o ministro Caputo Bastos estará reunido com a equipe de correição e, pela tarde, a reunião será com os desembargadores membros da direção do Tribunal.
Na sexta-feira (8/7), às 10h, será realizada a sessão de encerramento da correição e leitura da ata correicional. Em seguida, às 11h30, está prevista a coletiva de imprensa. Os veículos de comunicação que tiverem interesse em entrevistar o ministro devem enviar e-mail para gcg@tst.jus.br, até às 16h do dia 24/6.
A correição é um procedimento que tem por finalidade verificar como está sendo feita a prestação jurisdicional pelo órgão trabalhista e está prevista no Regimento Interno da Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho. Por ocasião da correição, o corregedor-geral examina processos, registros e documentos do órgão em análise. Ao final, o ministro apresenta suas conclusões mediante determinações e recomendações, para a regularidade dos serviços judiciários.
Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho - é o órgão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) incumbido da fiscalização, disciplina e orientação da administração da Justiça do Trabalho sobre os Tribunais Regionais do Trabalho, seus juízes e serviços judiciários.   
 

67 visualizações